quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Vitrine: o hábito de ler nos torna mais humanos

Olá galera, como vai, tudo bem?

Espero que sim.

Bom:
 você chora ao assistir não somente um filme, uma peça teatral, ao ouvir uma música ou até mesmo ao conhecer ou presenciar a história de vida de alguém?

Você mesmo sendo o (a) magoado(a), ainda sim, mesmo com toda essa ferida dentro de ti, se coloca no lugar do outro e até mesmo por incrível que pareça, mesmo não concordando, mesmo sabendo que aquilo ou aquela atitude é errada, mesmo assim, perdoa, compreende, enfim segue em frente?

E você? Que não possui, nenhuma faculdade, nem status, muitas vezes é até o (a) mais nova da turma, ainda sim, é conhecido por ser alguém muito sábio, mesmo que você mesmo não consiga ver isso?

Você se sente diferente? Deslocado? As vezes rejeitado em alguns grupinhos?



Se você possui algumas ou todas essas qualidades, provavelmente você costuma ler muito e quase sempre.


Nós já sabíamos, mais estudos comprovaram que ler ficção te faz desenvolver mais empatia para com o próximo. Você pode estar querendo simplesmente assim como eu, entender um pouco mais sobre esse bicho chamado "Ser Humano", ou precisando de uma desculpa para ler mais, ou para incentivar alguém a ler, ou também precisar de um empurrão por sempre viver indecisa sobre qual será sua próxima leitura.

Boa notícia: para a ciência, está ficando cada vez mais claro que todos que leem literatura de ficção desenvolve muito mais a sua empatia do que os outros.


Quando falamos de ficção estamos falando de algo além da ciência, são romances, histórias sabe, inventadas, empolgantes, daquelas que nos levam para dentro da cabeça de um personagem, de alguém que apesar de ser difícil de acreditar as vezes, nem existe.

A Teoria da Mente, surgiu no meado do século passado e foi descrita pela revista Science: Capacidade humana de compreender que as outras pessoas tem crenças e desejos, e que eles podem ser diferentes das suas crenças e desejos.

                               "Eu acho que os livros tem um poder incrível de unir as pessoas"



Ao testar em 2013, a Teoria da Mente, a revista percebeu que os leitores de romance se saem muito melhor em relação ao fato de os seres humanos possuírem opiniões e desejos diferentes.

Em Julho do mesmo ano, outra pesquisa foi feita sobre a empatia e a leitura e como a sua relação foi poderosa galera. Alguns foram convidados para ler o conto da Saffrom Dreams, enquanto algumas pessoas apenas acompanhavam através de relatos como a história se desenrolava, o popularmente "boca a boca".

O próximo passo foi, expor ambos a fotografias e imagens, mais não uma simples foto, mais sim, fotografia de olhares - de diversas pessoas diferentes, e foram estimulados a supor o que cada fotografo estava sentindo,pensando, cada um deles, no momento da captura.

Resultado: os que leram o conto indicado viram as fotos dos diferentes olhares sentiram muito mais empatia do que os que apenas ouviram relatos sobre o conto.

Observação: Devemos investir não somente em ler ficção mais também nas narrativas também...


Creio que, entre uma biografia e um livro de ficção, diante dessas informações,que tal tentar outra vez?


Por hoje é só galera e até a próxima!

Fonte: QCA, Google

Lindaiá Campos