quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Alguns Livros de Escritores Alemães Comtemporaneos

Oi, hoje resolvemos trazer alguns livros de escritores Alemães que vem a cada dia mais sendo traduzidos para o Português, e isso é ótimo pois a qualidade dos escritores alemães é irrefutável.

Escritores Como: Goethe, Schiller, Bertolt Brecht, Heinrich Böll, Thomas Mann, Hermann Hesse, Günter Grass etc.
Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832) talvez seja o maior nome da literatura alemã de todos os tempos. Mais não podemos deixar de mencionar também autores de clássicos como “Os Sofrimentos do Jovem Werther” e Fausto”, que foram um dos líderes e principais nomes do movimento literário conhecido como Sturn und Drang (Tempestade e Ímpeto – Algumas traduções substituem “ímpeto” por “estresse”).
Temos também “A Montanha Mágica”, de Thomas Mann, um cartapácio com mais de 700 páginas.
“Demian” também merece destaque, já que esse livro é considerado, por muitos, como o principal título na vasta obra de Hermann Hesse.
Por último, porém não menos importante, temos a obra “O Tambor”, de Gunter Grass, considerado um dos principais nomes da literatura alemã no século XX.
Como vocês podem ver, ao longo dos anos muitas obras e diga-se de passagem de excepcional qualidade foram e acredito que continuaram sendo publicadas por autores alemães.

Após todos esses exemplos de grandes autores e obras citadas, os livros que lhes serão apresentados aqui são de escritores alemães contemporâneos pouco conhecidos aqui no Brasil, espero que gostem.











      Autor(a): Ingo Schulze
Editora: Cosac & Naify
Ano da publicação no Brasil: 2009
Páginas: 752
Ingo Schulze é um dos escritores e dramaturgos alemães mais importantes da atualidade. “Vidas Novas” é considerada sua obra-prima, tendo recebido, em 2008, o prêmio Grinzane Cavour. A obra é, sem dúvida, uma boa escolha aqueles que desejam compreender um pouco mais sobre o período da queda do Muro de Berlim.



Autor(a): Wladimir Kaminer
Editora: Globo
Ano da publicação no Brasil: 2005
Páginas: 186
Russo com cidadania alemã, Wladimir Kaminer é colunista e escritor, tendo publicado vários artigos em diversas revistas e jornais da Alemanha. A sua obra “Balada Russa” é uma reunião de contos que falam sobre imigrantes russos na capital alemã, Berlim.




      Autor(a): Petra Hammesfahr
Editora: Tordesilhas
Ano da publicação no Brasil: 2013
Páginas: 424
Petra Hammesfahr nasceu no pequeno município de Titz. É, atualmente, uma das mais importantes escritoras de livros policiais da Alemanha, sendo vencedora de prêmios como Crime Prize of Wiesbaden e o  Rhineland Literary Prize. Em “Um plano quase perfeito”, Hammesfahr trata da temática da ambição. Kerstin, protagonista da história, se utiliza de uma “estratégia perfeita” para conseguir fortuna.



Autor(a): Robert Löhr
Editora: Record
Ano da publicação no Brasil: 2011
Páginas: 322
Robert Löhr, nascido em Berlim em 1973, é um famoso escritor e jornalista alemão. Seu livro “A manobra do rei dos elfos” é uma mistura entre thriller literário e romance histórico / biográfico. A ficção possui Goethe, Schiller e Humboldt como protagonistas. Os três buscam, na história, resgatar o filho legítimo de Luís XVI.




      Autor(a): Siegfried Lenz
Editora: Rocco
Ano da publicação no Brasil: 2011
Páginas: 128
Siegfried Lenz foi um romancista, contista e dramaturgo alemão. Recebeu o prestigiado prêmio Goethe em 2000 (o mesmo ano do 250º aniversário de J. Wolfgang von Goethe). Em seu livro “Minutos de Silêncio”, Siegfried  conta a história de Christian, um adolescente que tem seu primeiro caso amoroso com sua professora de inglês, chamada Stella.




Autor(a): Herta Müller
Editora: Companhia das Letras
Ano da publicação no Brasil: 2011
Páginas: 304
Ensaísta e escritora, Herta Müller nasceu na Romênia e possui nacionalidade alemã. Foi a vencedora do Nobel de Literatura no ano de 2009. Em seu livro “Tudo o que tenho levo comigo”,  fala sobre as mazelas do jovem Leo Auberg num campo de trabalho soviético. De maneira geral, esta obra fala sobre a perseguição sofrida pela minoria alemã residente na Romênia durante o período do pós-guerra, iniciado em 1945.




      Autor(a): Thomas Brussig
Editora: L&PM
Ano da publicação no Brasil: 2005
Páginas: 149
Thomas Brussig, escritor nascido em Berlim, também utiliza o pseudônimo “Cordt Berneburger”. Estudou sociologia e dramaturgia. Uma particularidade deste escritor é o tom satírico de suas obras. Em ” O Charuto Apagado De Churchill”, Brussig fala sobre um menino chamado Mischa Kuppisch, nascido no lado comunista da Alemanha.



Autor(a): Andrea Maria Schenkel
Editora: Record
Ano da publicação no Brasil: 2011
Páginas: 144
Andrea Maria Schenkel é uma escritora alemã nascida na cidade de Ratisbona, localizada no estado da Baviera. Sua obra mais conhecida é Tannöd, vencedora do Deutschen Krimi Preis(uma premiação para livros ficcionais de crimes). O livro trata da história de uma família de agricultores brutalmente assassinada em 1920. Até o presente momento, o crime não foi solucionado.


Autor(a): Juli Zeh
Editora: Record
Ano da publicação no Brasil: 2013
Páginas: 396
Juli Zeh é uma escritora nascida na cidade de Bonn e vive, atualmente, em Leipzig. Recebeu, em 2002, o Deutscher Bücherpreis, uma premiação alemã para livros de literatura. Na sua obra “Juncos”, o protagonista Sebastian é um professor de física frustrado que, em certo momento, tem seu filho sequestrado.


Autor(a): Daniel Kehlmann
Editora: Companhia das Letras
Ano da publicação no Brasil: 2007
Páginas: 272
Daniel Kehlmann possui dupla cidadania, sendo austríaco e alemão. “A medida do mundo” é um dos livros de língua alemã mais vendidos. A obra conta a história de dois grandes cientistas alemães: Alexander von Humboldt e Carl Friedrich Gauss.

Espero que tenham gostado e caso conheçam mais algum escritor alemão, podem colocar aqui no comentário.

Fonte: Google, Leia para viver.