segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Resenha: A vez de Anne

 Olá como vão mais uma vez? Espero que bem!
Bem hoje vou mudar um pouco a ordem das coisas e começar pela...


Sinopse:
O problema não é estar grávida do ex que Anne não ama mais. O problema também não é se apaixonar por um homem mais velho, estranho, que do nada some e não se explica. 

O problema é estar grávida e perder a liberdade, é ver as pessoas que ela considera amigos lhe virarem as costas, é ser traída, ser enganada, é se sentir insegura e abandonada, é não saber o que esperar das pessoas e da vida. No entanto, o problema, antes de tudo, é precisar fazer escolhas e não saber que escolhas fazer, escolhas essas que possibilitará ou não a sua vez de ser feliz, A vez de Anne.



Considerações Finais:


Bom...
Quem nunca achou que sabia tudo, quando na verdade, não sabia nada?
Quem nunca teve seu primeiro namoradinho e achou que seria para vida toda?
Quem aqui já passou pela descoberta de que nem todos são nossos amigos?
Pois é “A Vez de Anne” é um conto de fadas, mais não daqueles que, possuem lindos príncipes com seus belos cavalos brancos...é sim um conto de fadas mais adaptado a nossa realidade. Anne é uma adolescente, linda, popular, cheia de amigos, com total apoio da família e que namora com um carinha (o Vitor), sabe aquele cara por quem todas suspiram? Pois é, esse cara é o Vitor. A sua vida era perfeita até ela descobrir, que nem todos são seus amigos, que Vitor nem era tão perfeito assim e que ser popular não tinha tanta graça assim, enfim a vida de Ane deu um giro de 360° ao mesmo tempo, ela estava gravida, se sentindo um lixo, desesperada, sem saber o que fazer, com toda aquela informação, e como se por ironia do destino não faltasse mais nada para acontecer ela conhece um “Deus-Musgo”, lindo perfeito, porém ambos acham que esse amor é impossível, mais o destino mais uma vez como sempre um eterno brincalhão vai mostrar que esse conto de fada está apenas começando.

A vez de Anne, vem para nos mostrar que nada está perdido, que o nosso mundo não acaba por causa de uma gravidez inesperada, tudo bem, eu sei é difícil, mais o nosso destino, a nossa felicidade, está em nossas mãos, e as nossas escolhas devem ser somente nossas, e não baseadas no que os outros projetam para nós, quem nunca escolheu uma profissão, um caminho, um sabor, até mesmo uma roupa, um sorriso, um passeio, apenas para ver quem amamos, feliz? Apenas para não decepciona-los?
E o engraçado é que as vezes, quem amamos nem espera muito de nós, no fundo eles só querem que sejamos felizes e nada mais...
Com um dialeto, bastante nativo do Sul, Mônica Meirelles conseguiu, nos contar uma história, um conto de fadas moderno, com simplicidade, sem aquela coisa de Livro numa mão e dicionário no outro, enfim, é um livro no qual nos faz sonhar até em certos momentos acreditar que, apesar de tudo podemos sim ser felizes afinal, foi um livro que me fez sonhar, amo isso!


Sobre a Autora:

Mônica Meirelles é carioca e tem 26 anos, e apesar do dialeto do livro galera, ela é carioca. É apaixonada pela Língua Portuguesa e também por suas respectivas Literaturas. 

É graduada em Letras e tem como principal referência a escritora Clarice Lispector, quem Mônica faz pesquisas e muito admira, principalmente por sua profundidade psicologia nas personagens.

De autoria independente, tem um livro publicado na Amazon, "A vez de Anne". E atualmente, escreve no Wattpad, onde tem ganhando experiência, além de leitores adoráveis que sempre a estimulam muito.

E no qual vejo sempre o enorme carinho que ela tem em interagir com todos, e a imensa cortesia de não descartar nem a mas simples e singela sugestão nossa, mesmo as mais utópicas possíveis. 

Obrigada Mônica, adorei a oportunidade e o prazer que você me deu em permitir que eu lesse e resenhasse o seu livro, parabéns e desejo enorme sucesso em sua jornada, espero ter esse privilégio mais vezes, sucesso garota!


Lindaiá Campos

#vcnpdeixardeler